IV Congresso sobre o envelhecimento ativo

Vita Derm / ISIC participam do IV Congresso Municipal sobre Envelhecimento Ativo, que acontece na Câmara Municipal de SP

 

Evento reúne autoridades e especialistas para debater o tema  ‘Envelhecimento, trabalho e inclusão social: desafios e perspectivas”

 

Para o envelhecimento se tornar uma experiência positiva, a vida mais longa deve ser acompanhada de oportunidades de saúde, inclusão social e segurança. Ao processo de conquistas desses direitos, a Organização Mundial da Saúde (OMS) denominou, nos anos 90, “Envelhecimento Ativo”. Trata-se de uma causa, uma bandeira política que está mobilizando cada vez mais pessoas, principalmente porque cresce o número de idosos.

 

Os números comprovam que o Brasil caminha para se tornar um país de população majoritariamente idosa. Segundo as projeções demográficas das Organizações das Nações Unidas (ONU), a população mundial chegará a 8,6 bilhões até 2030. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que em 2030, o grupo de idosos de 60 anos ou mais vai ultrapassar o de crianças de 0 a 14 anos. Os idosos chegarão a 41,5 milhões (18% da população) e as crianças serão 39,2 milhões, ou 17,6%. 

 

Este cenário mostra a importância da realização do IV Congresso Municipal sobre Envelhecimento Ativo, iniciativa do vereador Gilberto Natalini, médico cirurgião geral, especialista em Gastrocirurgia e Proponente do Congresso Envelhecimento Ativo – Cidade Amiga do Idoso.

 

O evento conta com vários parceiros como a Vita Derm e o ISIC (Instituto Schulman de Investigação Científica) e acontece no Salão Nobre da Câmara Municipal de SP, em 22 de setembro, das 08h30 às 17h, com o tema “Envelhecimento, trabalho e inclusão social: desafios e perspectivas”.

 

Gilberto Natalini explica que o aumento da expectativa de vida da população brasileira é cada vez maior, cabendo à sociedade, ao governo, ao parlamento, às empresas e ao mercado se prepararem para o envelhecimento ativo, que significa, segundo ele, uma fórmula científica e social das pessoas avançarem na idade, ultrapassando os 60 anos, com atividade física e mental, com participação na sociedade sem solidão e sem sedentarismo.

 

O Dr. Marcelo Schulman, Presidente da Vita Derm/ISIC, Farmacêutico e Master em Dermofarmácia e Cosmetologia explica que “na Quarta Idade a pele passa a escamar com facilidade e fica desprotegida, podendo se tornar uma porta de entrada para contaminações e infecções e que por isso, temos que levar saúde, beleza e qualidade de vida a esse público”.

 

A programação do Congresso consta de uma reflexão sobre o mercado, políticas públicas e leis de incentivo, além do empresariado paulista que deverá compor as mesas, para discutir a questão da empregabilidade e geração de renda para os que envelhecem e continuam produzindo.

 

A novidade desta edição é uma premiação que irá motivar o intercâmbio de gerações, com o patrocínio do Hospital Premier, parceiro do Congresso.

 

E o dia 21/09 está reservado para as Oficinas Pré-Congresso, na Câmara Municipal de São Paulo, Sala Sérgio Vieira de Melo (1º. Subsolo), com capacidade para 90 pessoas. Público-alvo: pessoas idosas, profissionais de RH, Gerontologia e áreas afins, estudantes e empresários, sob a coordenação de Marília Sanches, Terapeuta Ocupacional especialista em Gerontologia, e  Vera Caovilla, graduada em Administração Hospitalar pelo IPH.

 

Para conhecer as Oficinas Pré-Congresso, basta acessar o link abaixo:

 

https://envelhecimentoativo.com/oficinas-pre-congresso/

 

O Congresso promete ser sucesso.

 

Serviço

IV Congresso Municipal sobre Envelhecimento Ativo

Data: 22/09

Horário: das 08h30 às 17h

Local: Câmara Municipal de São Paulo – Salão Nobre, 8º.andar

Endereço: Viaduto Jacareí, 100 – Bela Vista – São Paulo - SP

Inscrição e Informação:

 

https://envelhecimentoativo.com/inscricao/

Assine nossa newsletter

E receba promoções e ofertas exclusivas

keyboard_arrow_up